A esquina do Zeppelin

0
520

Preparados para altos vôos pela noite da Vila? Então, uma dica imperdível é o Zeppelin Madalena o mais novo ponto de encontro de gente bonita e descolada que chegou ao bairro.
Na esquina das ruas Fradique Coutinho e Aspicuelta, um antigo casarão onde, há muito tempo, funcionou o “Bartolo”, reduto de intelectuais, jornalistas e artistas plásticos, chamou a atenção de Pena Madrid, Edgar Del Nero, Ricardo Del Nero, Flávio Firmino e Babica. O sonho dos cinco amigos, hoje sócios, ganhou forma, foi especialmente decorado com gravuras e quadros que remetem ao famoso dirigível, variando do inventor do primeiro, Ferdinand, até a antiga e cult banda de rock, Led – ambos “ Zeppelins”. Ao que parece, será sucesso garantido. Pelo menos foi o que ficou claro na badalada festa de inauguração da casa, em 17 de novembro.
O bar nasceu mesmo para sacudir a Vila: ao estilo do Zeppelin soma-se um chef de cozinha tarimbado, chamado Volf; o gerente Rai, ou ‘general da banda’ como é chamado, que conta com uma bagagem de 30 anos trabalhando na noite; e um cardápio extenso e variado que serve todos os tipos de bebidas – do chope ao champanhe, 26 tipos de cachaças, vinhos nacionais e importados, etc -, às comidas mais criativas e saborosas. Sugestão? Caldinho de mocotó só para começar. Depois, experimente o Von Zeppelin, peito de frango grelhado com panaché de legumes, e se a fome não for tanta, vale um bom sanduíche, como Robert Plant, feito com filet mignon com queijo e vinagrete no pão francês.
Lugar certo para o happy hour ou a madrugada, o clima de boteco com ar sofisticado é visível e, em breve, esse clima pode ficar mais interessante: a idéia de ter som ao vivo não é descartada pelos proprietários e eles pretendem levar para os frequentadores música da melhor qualidade, em formato de pocket show. “Essa idéia precisa amadurecer”, lembra Edgar. Pena vai mais longe: “Há um porão que pode virar um pub. Tem um monte de músico na Vila querendo espaço para tocar, fazer um som acústico, então, quem sabe?”. Fica claro que eles não vão parar por aí. “Estamos pensando, já para o começo do ano, abrir o Zeppelin Paris…”, brinca Pena.
O Zeppelin Madalena abre de terça a quarta, das 17 às 2h; quintas e sextas, das 17 às 3h; sábados, das 15 às 4h e, aos domingos, das 15 às 2h.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA