De bem com o sol

0
800

Foto:

De bem com o sol

É só dezembro chegar que já nos preparamos para aproveitar o verão, muito sol, praia e diversão. Mas tanta animação nos faz esquecer um item essencial para desfrutar a época de forma saudável: o protetor solar.
“Ele é fundamental. A radiação sempre vai alterar sua pele, principalmente agora que temos cada vez menos a camada de ozônio. É fundamental tanto para a proteção da radiação ultravioleta A como a B”, explica a dermatologista Marisa Fujimura. A radiação ultravioleta A é a radiação que dura o dia todo, enquanto a B tem picos nas horas de sol mais forte, das 10 às 15h.
Na hora de comprar, são tantos os tipos de proteção que você pode se confundir, mas a doutora explica: “O filtro solar a partir do fator de proteção 15, você já vai ter em torno de 94% de proteção. A partir de 30, você vai ter uma diferença pequena, em torno de 96%. Acima de 50, você tem praticamente 98% de proteção contra a radiação”. Para as pessoas de pele clara, é essencial usar um bloqueador solar mais potente. Quem tem a pele mais morena pode usar um protetor com fator 15. Mas, seja qual for seu tipo de pele, o protetor é indispensável. 
E fique de olho na quantidade aplicada. “O problema é que a gente não passa uma quantidade que seja suficiente. Se você passa uma quantidade muito pequena, na verdade vai estar usando menos proteção”, diz ela. Pode parecer muito, mas o ideal é que para o rosto e pescoço você aplique uma colher de chá. Para cada braço e perna, uma colher de sopa. “Para o rosto, tentamos usar um filtro que não seja muito pesado, que não deixe a pele muito oleosa, e você pode agregar antioxidante e hidratante”. Mas, se você quiser, pode usar o mesmo do corpo.
Lembre que deve-se aplicar o protetor 20 minutos antes de sair, para que ele seja absorvido pela pele e bem fixado. Se você transpira muito, ou entra na água, não se esqueça de reaplicar o filtro logo após. Caso contrário, reaplique a cada duas horas. Para crianças, é interessante usar os específicos, pois elas têm a pele mais sensível.
Muitas maquiagens trazem FPS, mas elas não substituem o protetor, e sim ajudam. “O ideal é passar o filtro solar primeiro e depois a maquiagem. Senão você não estará protegida”.
Proteger-se do sol não é só para não ficar com a pele vermelha. No futuro, você vai sentir na pele a diferença de não ter se esquecido dele. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA