Olhar atento

0
1545

Foto:

Olhar atento

Fique atento aos problemas de visão de seu filho. O diagnóstico precoce é sempre bom.

Saber que uma criança está com problemas de visão pode não ser uma tarefa fácil, principalmente se ela ainda não sabe se comunicar. Sendo assim, os pais precisam ficar atentos a alguns sinais indicativos. “Quando a criança começa a mudar seu comportamento, tropeçando em objetos, olhando coisas muito de perto, não fixando o olhar, puxando ou apertando os olhos ou tendo dores de cabeça frequentes, ela pode estar com dificuldades para enxergar”, explica Erika Uchida, médica oftalmologista da Clínica Harmonia, que atende pacientes de todas as idades.

Dentre os defeitos visuais mais comuns nas crianças estão a hipermetropia (dificuldade de enxergar de perto), que é o distúrbio mais frequente até mesmo em recém-nascido, e a miopia (dificuldade de enxergar de longe). Em ambos os casos, o erro de refração da luz e focalização da imagem pode ser causado por alterações na córnea e no cristalino.

Erika esclarece que os problemas de visão podem acometer até bebês e que as principais causas são prematuridade e genética (quando os pais usam óculos com graus fortes). “O ideal é fazer a primeira triagem o mais rápido possível, até os dois anos de idade, para que tudo não se agrave”, orienta a médica.

O diagnóstico precoce pode prevenir e ajudar a tratar desde o estrabismo, os erros refracionais (hipermetropia e miopia), a catarata congênita, o glaucoma congênito, até doenças graves como retinoblastoma (tumor nos olhos), além disso, pode também ajudar no pleno desenvolvimento da visão. “Até os cinco ou sete anos, quando a visão está se desenvolvendo, é possível corrigir os problemas de visão com mais facilidade e atingir 100% de desenvolvimento ocular, obviamente se os problemas começarem a surgir bem cedo”, declara Erika.

Olhar o mundo de forma borrada não é nada saudável e pode prejudicar muito o desenvolvimento intelectual e físico da criança. “A criança que não enxerga direito não consegue, por exemplo, entender o que está escrito numa lousa ou impresso num livro, nem mesmo chutar uma bola ou brincar plenamente”, diz. 

“Quando a criança usa os óculos adequados e corrige seus distúrbios visuais, ela muda completamente: passa a sociabilizar e interagir mais com o mundo a sua volta e até mesmo sua timidez desaparece”, finaliza a oftalmologista.

A clínica funciona de segunda a sexta, das 9 às 20 horas. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA