A Vila ganha o|mundo

0
1407

Foto:

Edição em inglês chega às mãos de turistas e dá novo impulso ao bairro.

Edição em inglês chega às mãos de turistas e dá novo impulso ao bairro.

Sempre apostamos na Vila Madalena como polo cultural, intelectual, comercial e de lazer. Isso sempre ficou claro nos mais de 16 anos de existência do nosso Guia. Também nesta época de Copa do Mundo esperávamos muito, mas nossa expectativa foi ultrapassada, e muito. O bairro se tornou uma Babel – pelos muitos idiomas falados e também pela confusão que se tornou o bairro (em hebraico, Babel significa confusão). Mas a vocação boêmia e cultural do bairro falou mais alto e a cidade voltou seus olhos para a Vila Madalena. Turistas estrangeiros vieram para cá, mas muitos turistas brasileiros e moradores de outros bairros também vieram descobrir por que a Vila Madalena é tão famosa.

Agora a Vila foi projetada para o mundo e por isso merecia ser conhecida pelas coisas boas que tem – e que são muitas. Daí nasceu o Guia da Vila Madalena em Inglês. Uma edição que já vinha sendo cogitada e saiu com o intuito de mostrar aos turistas onde se hospedar, onde comer, onde se divertir e fazer compras. Um roteiro completo de atrações da Vila mais badalada da cidade.

A distribuição foi feita em pontos especiais da Vila e também da cidade: hotéis, centro de informações turísticas, quiosques da SP-Turis, hostels, bares e restaurantes. A receptividade foi muito boa. Segundo Silvana Baia, gerente comercial da Página Editora, “os hotéis foram os que mais se entusiasmaram com o Guia em inglês. Agora eles vão ter algo específico do bairro para oferecer aos clientes”. Novas edições estão previstas ainda para este ano.Os textos em inglês ficaram a cargo da jornalista Carly Wiggin, americana de Montana, que também fazia guias abordando lugares de sua cidade natal.

Para Ubirajara de Oliveira, diretor da Página, essa foi uma grande oportunidade de mostrar todo nosso profundo conhecimento do bairro e nossa agilidade para acompanhar os grandes acontecimentos do país e que envolvem diretamente a Vila. “Sempre acreditei no potencial turístico da Vila, e essa avalanche de gente vai gerar novos olhares do governo municipal e dos próprios comerciantes e moradores do bairro. A Vila nunca mais será a mesma”, disse.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA