Movimentos em harmonia

0
744

É sempre bom lembrar que
fazer alguma atividade física faz bem ao corpo e à mente. Para quem não
gosta da agitação de uma academia nem dos exercícios feitos lá, uma boa
opção é fazer outro tipo de atividade. A ioga, o tai chi chuan, o
pilates são algumas boas indicações. Além dessas, existe também o
Gyrotonic®, um método criado no final dos anos 1970 por um romeno
chamado Juliu Horvath. Ele foi ginasta, nadador, iogue, bailarino, e
criou um exercício de solo que mais tarde virou o Gyrotonic®, um
aparelho sensacional.
Aqui no Brasil, poucas pessoas estão
habilitadas a aplicar o método. Luciana Araújo é uma das poucas
(inclusive da cidade) a aplicá-lo. Formada em educação física há nove
anos, especializada em conceito corporal, ela fala com entusiasmo sobre
os exercícios: “A proposta é desenvolver movimentos fluídos,
principalmente com a coluna. São exercícios que aumentam o fluxo de
energia, liberando os canais de energia do corpo”, diz.
Todo o
trabalho visa a consciência corporal e foi inspirado na natação, na
ioga e no tai chi chuan, “tanto que os movimentos são bem fluídos,
harmônicos, não são interrompidos como na ginástica tradicional, são
tridimensionais, como se a pessoa tivesse na água”, explica Luciana. O
próprio nome diz tudo: gyro = giro, tonic = tônico, dar tônus, por isso
os movimentos são de rotação e torção.
Indicado para qualquer idade,
o Gyrotonic® traz uma série de benefícios: desenvolve a mobilidade das
articulações e fortalece os tecidos dentro e ao redor delas, realinha a
coluna vertebral, desenvolve a coordenação, molda o corpo e fortalece o
sistema imunológico. Os exercícios beneficiam inclusive os órgãos
internos, resultando em mais equilíbrio, vitalidade e saúde.
Luciana,
que tem alunos de diversas idades, vem notando o aumento do número de
homens que procuram essa atividade: “Eles estavam mais focados em fazer
força, musculação, que é excelente, pois fortalece a musculatura, mas
os índices de lesões são muito grandes, o corpo também precisa ser
alongado”, avisa ela. Muita força e pouca mobilidade complicam a vida e
podem provocar bloqueios articulares, pois a musculatura fica muito
forte e perde a capacidade de elasticidade, por isso aparecem as lesões.
Quem
quiser fazer uma atividade voltada para o bem-estar, mas desafiante em
todos os sentidos, deve fazer o Gyrotonic®, porque ele faz com que você
movimente o corpo como nunca fez em outras atividades e, através disso,
entra em contato com seu próprio corpo, conhecendo-o mais e melhor.

Global Pilates
Rua Artur de Azevedo, 1.217, 6º andar.
Telefone 3083-4798
www.globalpilates.com.br

COMPARTILHE
Artigo anteriorFolia na Vila
Próximo artigoCorre que o Saci vem aí!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA