Cultura na hora do rush

0
917

Que tal dar uma pausa no estresse e curtir um programinha cultural bem no meio da semana, durante a hora do rush? É o que propõe o bar e restaurante Bambu Brasil, que todas as terças, quartas e quintas-feiras dos meses de outubro e novembro irá apresentar o Projeto Bigorna no Rush.
A proposta é trazer uma atração diferente a cada dia, sempre das 19 às 22h. “É uma parada no tempo para ouvir poemas, histórias, chorinhos, assistir a um fime…”, diz Lígia Vendrameto, do Instituto Mangue de Cultura, que ao lado de Marco Felizardo, proprietário do Bambu Brasil, idealizou o projeto em vigor desde o dia 3 deste mês.
“Estamos há dez anos na Vila Madalena e sempre ligados à música. Gente como Yamandú Costa, Chico César, Rita Ribeiro e Tião Carvalho já freqüentaram a casa. Para comemorar essa longevidade, o Bambu Brasil está abraçando outras linguagens artísticas”, explica Marco, ressaltando que o teatro e o cinema se juntaram à música no Projeto Bigorna no Rush.
Durante dois meses, o público prestigiará, a um preço bem camarada de R$ 10,00, “solos na terça”: O poeta e a fome do mundo, com Tom Wil, dia 17 de outubro e Querência e de Cornélio Pires, com Nelson Perez, dias 10 e 24 de outubro, e e o “choro de quinta”: Conjunto Paulistano, dia 19 de outubro, e Futricando, dia 26 de outubro. No “me leva pro quarta” a programação de curtas será gratuita e terá Wood & Stock, de Angeli, dia 11 de outubro, Cinema Mudo, de Cleorouak e Maria Lulu, dia 18 de outubro, e Nehinako-Kaipó-Vídeos Indígenas, de Sá Brito, dia 25 de outubro. Caldos e sucos serão servidos como cortesia. A programação de novembro ainda não está fechada.
Lígia e Marco contam que o Projeto Bigorna no Rush está funcionando como piloto em 2006. A intenção, segundo eles, é efetivar o projeto e torná-lo gratuito no ano que vem. “A idéia é concentrar a cultura popular e criar acesso a todas as pessoas e não elitizar”, afirma Lígia, convidando a todos para fujirem do rush acalmando e enriquecendo o espírito.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA