A “faxineira” do corpo

0
692

Você já parou para pensar que entre todos os recursos naturais renováveis do planeta, a água é o único indispensável para a nossa sobrevivência e, por isso, beneficia de várias maneiras o nosso organismo?
Sendo a substância mais comum encontrada na Terra e também o nutriente que compõe a maior parte do corpo – entre 55 e 75% do peso de um adulto é composto de água -, ela ajuda a regular a temperatura corporal pela transpiração. Ao beber de oito a dez copos de água por dia, a água faz uma verdadeira faxina no organismo: leva embora as toxinas pela urina e ajuda a expelir o sal, reduzindo a retenção de líquidos e o inchaço do corpo. A água ainda colabora com o transporte de nutrientes e outras substâncias, previne a constirpação (acúmulo de gases) e dissolve vitaminas, minerais e outros nutrientes, tornando-os acessíveis ao resto do organismo.
Principalmente no verão, a pele também é bastante beneficiada pela água. Como melhora o funcionamento dos rins e do intestino, deixa a pele viçosa, auxiliando a ação de hidratantes pelo alívio na eliminação das impurezas. Além disso, os cabelos ficam mais brilhantes, as calorias são queimadas mais facilmente graças à hidratação e a hipertensão fica mais controlada, já que o sangue se torna menos viscoso. A água natural é fonte de potássio, cálcio, sódio e magnésio, ajuda nas contrações musculares, na densidade óssea e até no equilíbrio nervoso e muscular. Combate ainda a fadiga, problemas digestivos e prisão de ventre. Entretanto, nem todo o líquido ingerido durante o dia precisa ser água. A hidratação pode ocorrer através de água de coco, sucos, chá mate ou preto e leite. Lembre-se de não incluir nesta conta refrigerantes com cafeína e bebidas alcoólicas já que atuam como diuréticos aumentando a urina e a perda de líquidos.
Quem pratica atividades físicas deve consumir pelo menos dois litros de água por dia, já que a temperatura corporal aumenta à medida que “queima calorias”. Sendo assim, o suor regula a temperatura do corpo, devendo haver hidratação antes, durante e após os exercícios.
Além de ser essencial para o bem estar físico do ser humano e dos seres vivos em geral, a água é o constituinte mais característico da Terra: 97% da água do planeta está concentrada nos oceanos e, apenas uma pequena fração, menos de 3%, está em terra e a maior parte desta sob forma de gelo e neve ou abaixo da superfície. É pouca água em relação ao número de habitantes do planeta, por isso aumentam as campanhas e a preocupação de organizações mundiais sobre a possível escassez de água no futuro. Atualmente, 1,5 bilhão de pessoas no planeta não têm acesso à água potável. Cerca de 2,4 bilhões vivem em áreas sem qualquer tipo de tratamento sanitário. O mais grave é que, a cada dia, 30 mil morrem em função de doenças relacionadas à falta de qualidade da água.
O Brasil é um país privilegiado, pois possui 13,7% da água doce do planeta e 1,6% de toda essa água está no Estado de São Paulo. Compartilha ainda 74 das 270 bacias hidrográficas situadas em regiões fronteiriças. Mesmo assim, a situação é preocupante. Conforme o Ministério das Cidades, cerca de 45 milhões de brasileiros não têm água de qualidade para beber em casa (26 milhões nas cidades) e 83 milhões ainda não conquistaram acesso à rede de esgoto. Vale lembrar que menos de 2% das reservas de água doce do planeta estão disponíveis para o consumo humano e cerca de 80 países já enfrentam problemas de abastecimento.
Para que a água continue sendo potável e suficiente para todas as pessoas, temos que cuidar bem dos mananciais e evitar desperdícios. Assim, preservamos o planeta e proporcionamos condições de boa saúde para as próximas gerações.

Fontes:
www.amigodaagua.com.br
www.alteza.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA