A máquina é você!

0
197

Foto: Divulgação

Divulgação
Health Track

Na Health Track o aluno treina realizando exercícios funcionais em um circuito metabólico, cujo objetivo é obter o máximo rendimento físico e fazê-lo continuar perdendo calorias por até 24 horas depois de treinar.

Quem frequenta uma academia com certeza já percebeu que as séries de exercícios funcionais – realizados com a ajuda de objetos como pesos, bolas e cordas – estão ganhando cada vez mais adeptos, por serem mais dinâmicas do que as feitas nos aparelhos de musculação.

Treinamento funcional
Treinamento funcional

“O treinamento funcional tem um ponto positivo, em relação à musculação, que é permitir que o próprio aluno faça os movimentos e aplique a força. Na musculação, o aluno aplica apenas a força, sendo o aparelho que faz o movimento”, explica o especialista em Educação Física e coordenador técnico da Health Track Treinamento Funcional e Lutas, Marcelo Dantas. “Além disso, os exercícios de musculação não simulam as atividades do dia-a-dia e os funcionais sim”. No entanto, ressalta ele, os exercícios funcionais, para darem bons resultados, precisam alternar séries de força, resistência, agilidade, mobilidade e potência. “Se o aluno trabalhar tudo isso todos os dias, não dará o tempo necessário para os músculos se recuperarem e seu condicionamento físico não vai evoluir”, afirma ele.

Marcelo Dantas, coordenador técnico (Divulgação)
Marcelo Dantas, coordenador técnico (Divulgação)

Palestrante e treinador de atletas e famosos – incluindo a modelo, atriz e professora de ginástica Solange Frazão – Dantas abriu a Health Track pensando em oferecer um diferencial em relação às academias ditas ‘de massa’. Hoje o studio tem duas unidades: uma no Itaim Bibi, inaugurada em 2014, e outra na Vila Madalena, aberta há quase três anos. Em ambas o ponto forte é o circuito metabólico, no qual os alunos realizam o treinamento funcional respeitando a periodização das diferentes séries e tem os batimentos cardíacos e o gasto calórico monitorados durante todo o treino. Dessa forma o professor consegue observar o desempenho de cada aluno e trabalhar para que cada um consiga o máximo rendimento físico de acordo com sua capacidade. “Fazendo adequadamente o circuito, o aluno não perde calorias apenas durante o treino, mas continua perdendo até 24 horas depois de terminá-lo”, diz o especialista. Segundo Dantas, no treinamento funcional, os exercícios são os mesmos para pessoas de qualquer idade. O que muda é apenas a intensidade com que o aluno realiza as séries.

A flexibilidade no horário das aulas é outro diferencial do studio. A grade do circuito metabólico, na Health Track, inclui 14 aulas, de aproximadamente 45 minutos, de segunda a sexta, além de quatro aulas aos sábados e uma no domingo. Essas aulas reúnem, em média, 15 pessoas, para que o professor possa dar atenção a cada aluno. O studio também oferece aulas de bike indoor – que algumas vezes são usadas também como aquecimnto para o circuito –  e tem um espaço destinado à pratica de muay thai, jiu-jitsu, boxe, capoeira e judô para crianças. Dan tas destaca que a característica do Health Track é ser um studio de treinamento com um time de professores multidisciplinar, que trabalham para que os alunos conquistem seus próprios objetivos em relação à saúde, bem estar, qualidade de vida e condicionamento físico.

“Investimos no treinamento da equipe e buscamos profissionais com excepcional qualidade técnica, para que nossos objetivos sejam atingidos”. explica o coordenador. (Lúcia Oliveira)

Health Track Treinamento Funcional e Lutas, Rua Mourato Coelho, 487, Vila Madalena, Telefone 3360-2848, www.studioht.com.br, Facebook: Health Track, Instagram: Studio Health Track

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA