Resgate da história dos 20 anos do Guia da Vila Madalena

0
1441

Esta é a primeira edição do ano 20 do Guia da Vila Madalena. Até setembro de 2017 estaremos resgatando histórias de ontem e de hoje da Vila Madalena.

O Guia da Vila Madalena, circulou pela primeira vez com o nome de Guia da Feira da Vila Madalena em agosto de 1997 durante a 20ª edição da Feira da Vila Madalena. Na edição seguinte, setembro de 1997, na capa já figurava o atual logotipo.

Ubirajara de Oliveira, diretor da Página Editora, lembra que “o guia foi distribuído durante a Feira da Vila Madalena e continha toda a programação do evento”. A capa mostrava um sorridente “Carlitos”.

gvm-1a-edicao5
A 1a. edição do Guia da Vila Madalena.

No último domingo de agosto aconteceu a 39ª edição da Feira da Vila Madalena. O evento foi criado e promovido pelo Centro de Cultural da Vila Madalena, então presidido José Luiz de França Penna e hoje, presidente de honra do CCVM. E desde então colabora com um texto mensal.

Para Penna, o Guia surgiu como “um projeto para ser o porta-voz e divulgar as iniciativas criativas e os movimentos culturais da Vila Madalena e hoje ainda faz o link com o que acontece aqui na Vila”, diz ele. A reunião de pauta do número um do GVM aconteceu na sede do CCVM na Rua Felipe de Alcoçava.

Penna que hoje é mais conhecido pela sua atuação política, é o presidente nacional do Partido Verde, lembra que tem a vida ligada à cultura. Nascido em Natal (RN), Penna viveu boa parte da vida na Bahia e foi lá que se descobriu poeta e músico. Chegou a São Paulo em 1969 e desde 1972 é morador da Vila Madalena. Aqui, entre outras atividades, criou o bloco de carnaval Sacuda Vila que fez apenas um desfile pela Rua Luiz Murat.

Tiago Gonçalves
Penna e Patrícia, na Feira da Vila Madalena (foto/Tiago Gonçalves)

Penna ao fazer um balanço da Feira deste ano com as edições passadas lembra que muitas bandas iniciaram nos palcos da Feira da Vila sua carreira. “Os Mamona Assassinas, Chico César, Itamar Assunção, Tetê Espíndola, Arrigo Barnabé são alguns dos que se apresentaram na Feria da Vila Madalena bem antes de serem famosos”.

Além de ser uma feira de arte, uma das características mais marcantes do evento é o espaço democrático, onde os partidos políticos, especialmente em ano de eleições como 2016, podem se manifestar e divulgar suas idéias. Neste ano, vários candidatos a prefeito e a vereadores estiveram fazendo corpo a corpo com os possíveis eleitores.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA