Teatro em arte

0
808

Foto:

Paulo Bordhin

Música, gestos, olhares, dança, canto, interpretação… enfim, teatro é uma arte! Mas aos olhos de Paulo Bordhin, um espetáculo é mais do que dramaticidade, é uma inspiração. Formado em jornalismo, o artista largou tudo e ingressou na carreira de ator.
Fez peças, novelas e filmes, mas isso não era tudo. Com o passar do tempo, entre uma cena e outra, ele começou a desenhar esculturas que traziam imagens teatrais. Objetos com movimentos começaram a surgir entre as coxias. 
Bordhin sempre teve uma compulsão por manipular objetos. Seus trabalhos se iniciaram com a pintura e o desenho. Foi assim que tudo começou. “Nunca pensei que seria escultor. Faço minhas atividades de forma orgânica. Não penso no que faço, acontece. Uso o que está por perto para criar”, diz o ator. Intuitivo, o artista traz o gestual do palco para seus trabalhos. Segundo ele, a intenção é mesmo esta, a ideia é criar um desenho tridimensional, como figuras vivas.
A dimensão das obras de Paulo ganharam as galerias e muitos admiradores. Entre eles, a presidenta Dilma Rousseff, que tem as obras(presente de Bordhin) do artista em sua casa. Em 2008, seus trabalhos foram expostos em Nova York, na New Century Artist Inc. Já aqui no Brasil, a mesma exposição dos EUA, chamada de “Entreato”, foi destaque no MUBE – Museu Brasileiro da Escultura.
Apaixonado pela Vila Madalena, o bairro foi a primeira região que ele conheceu em São Paulo quando chegou do Rio Grande do Sul. “O bairro já era charmoso por ser um reduto de artistas plásticos e músicos. E mesmo trabalhando só como ator, foi aqui que pintei minha primeira tela”, diz.
Tempos depois, ele chegou a sair do bairro. Hoje, seu ateliê (e seu lar!) fica na região, e a escolha foi por diversos motivos, um deles o evento da Arte da Vila, ao qual ele participa há quatro anos. “Voltei para cá por saudade. Encontrei novamente o mesmo charme e a poesia, porém de forma repaginada, numa arquitetura muito peculiar. Agora, meu ateliê é também minha casa”, finaliza.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA