Sem medo de computador

0
594

Foto:

Angélica: facilidade para ensinar

Enquanto muitos já não
sabem viver sem ele, para a terceira idade, o computador pode ser
encarado como um objeto de outro planeta. São tantos botões, programas,
conseguir usar o mouse, enfim… muitas vezes os idosos acabam não
usando o computador.
Angélica Maniero pode dar uma boa ajuda nessa
hora. A arquiteta trabalha com informática desde 1988 e, depois de ter
seu filho, resolveu parar de trabalhar num escritório e começar a
trabalhar em casa. “Continuei dando treinamento e fazendo projetos.
Durante um treinamento, uma amiga falou: ‘poxa, você tem tanta
paciência, quer dar umas aulas para o meu pai? Ele tem algumas dúvidas
e eu não tenho paciência’. Eu fui e adorei”, ela conta.
A partir daí
mais e mais alunos foram surgindo. Numa dessas aulas, uma aluna disse
que tinha um sobrinho com deficiência mental e perguntou se Angélica
daria aula para ele. Ela aceitou o desafio e não parou mais. “Eu achei
um software que ele pudesse trabalhar desenvolvido por alunos da
Unicamp, que é de montar histórias em quadrinhos. A pessoa vai
aflorando as ideias dela. Eu fiz um trabalho em conjunto com a
psicóloga dele”, Angélica explica.
As aulas duram 1h30 e acontecem
uma vez por semana. “Depende de cada aluno. No começo, as pessoas da
terceira idade, por exemplo, o monitor cansa, e ela fica muito tensa.
Então às vezes ela pede para parar antes. Depois, com o tempo, nem vê a
hora passar. Então depende de cada um”, diz.
A professora procura
programas apropriados para a necessidade de cada aluno e que o estimule
na frente da tela. “A internet é muito legal. Tem um monte de programas
que você pode baixar”. No caso dos alunos com necessidades especiais,
Angélica faz acompanhamento junto com o terapeuta ou psicólogo. “Chega
até a ser um recurso emocional para o psicólogo. Tem criança que
consegue colocar no trabalho dela do computador o sentimento. É um
outro meio de ela se conhecer”.
As aulas acontecem em casa, para que
o aluno aprenda no próprio computador. “Ele se sente à vontade porque
sabe que vou ter paciência, vou explicar. E não tem medo de perguntar”,
declara. Ela atende não só a região da Vila Madalena, como os bairros
vizinhos: Lapa, Pompeia, etc.


Angélica Maniero
Telefone 9893-3165
angelicamani1@hotmail.com

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA