Tradições ciganas

0
725

Kátia Gomes

Eliane Vituzzo, conhecida como Tainah, é taróloga, numeróloga, aromaterapeuta e artesã, embora seu caminho tenha iniciado por outras áreas: começou no teatro em 1985, sete anos depois, se formou em Educação Artística. Aos poucos foi descobrindo outras formas de ver o mundo, passando a questioná-lo por meio do misticismo – assunto que desde criança a atraía. Há 12 anos, resolveu dar uma virada na vida e buscar algo que, para ela, fizesse mais sentido; começou assim uma trajetória autodidata nas “tradições ciganas”.
Desde então assumiu de vez a alma cigana, “libertou-se” de empregos burocráticos e foi trabalhar de acordo com a sua missão de vida. Sobre esta decisão, Tainah costuma dizer: “quando o discípulo está pronto, o mestre aparece”. É o que resume sua trajetória. “Conheci pessoas que foram importantes e me despertaram a vontade de estudar numerologia, aromaterapia, tarô egípcio e aprofundar meus conhecimentos sobre baralho cigano e cafeomancia. O mais importante de tudo é que aprendi a respeitar ainda mais o ser humano, a natureza, a fé de cada um. Desta forma, posso desenvolver um trabalho de qualidade, com ética e responsabilidade”.
Ao longo desses anos, Tainah trabalhou em parceria com vários espaços holísticos em São Paulo e adquiriu experiência em rádios AM, FM e serviços de atendimento por telefone (0900). Hoje, ela atende no Espaço Esotérico Arcano Nove e se dedica a repassar seus conhecimentos a pessoas interessadas neste universo.
Em outubro Tainah irá abrir uma turma para o curso de “Baralho Cigano e Tradições Ciganas”. Ela procura reunir a visão dada por vários autores sobre a sabedoria cigana aos estudos particulares que realizou e suas experiências, sobretudo da época em que viveu em uma colônia de ciganos, da mesma maneira como eles vivem, fazendo leituras à base de troca.

Programação

Para Tainah, o curso é uma iniciação à cultura de um povo misterioso, mas muito festeiro. “A sabedoria cigana está em enfrentar todos os momentos da vida com alegria. O cigano pode até sofrer, mas o modo de lidar com este sofrimento é diferente”.
Faz parte da programação do curso a apresentação das cartas do baralho cigano e seus significados, considerando os aspectos: emocionais, físicos e espirituais; cartomancia; numerologia; os elementos que regem cada carta; o despertar da intuição por meio do ritual de iniciação nas tradições ciganas; quais são os rituais e tradições ciganas; limpeza do baralho cigano; consagração do baralho cigano; a mesa de leitura; o juramento de uma “cartomante”; 12 métodos de abertura de jogo; prática entre os alunos e encerramento com avaliação (atendimento a pessoas desconhecidas) e celebração.
O curso inclui apostila, baralho e certificado. A duração é de oito aulas, entre os dias 6 de outubro e 24 de novembro, sempre às quartas-feiras, das 19 às 22h. Não há pré-requisitos. “O baralho já é fofoqueiro o bastante”, brinca, ressaltando que o curso tem como um dos objetivos despertar a intuição, levando ao autoconhecimento e auto-ajuda. “O baralho não lê sorte, ele mostra caminhos”.
Ainda em setembro, dia 29, das 18 às 22h, Tainah ministra o curso “Básico de Numerologia Pitagórica”. O enfoque é o suficiente para que a pessoa possa elaborar o seu próprio mapa e com ele se conhecer um pouco mais. O curso irá abordar os significado dos números; número de alma; número de expressão; número de destino; talentos e karmas; desafios; lição de vida; ano pessoal; mês pessoal. Inclui apostila. Participe e descubra uma nova cultura!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA