Mobilidade é a senha da vez

0
354

Foto: Divulgação/Yellow

Divulgação/Yellow
Bikes e patinetes invadiram as ruas da Vila

Aos poucos, patinetes e bikes invadiram as ruas de algumas regiões da cidade e naturalmente a Vila Madalena não ficaria de fora. É a revolução na mobilidade.

Ágeis e acessados através de aplicativos que muita gente tem em seu aparelho celular, os patinetes circulam pelas ruas e calçadas (não recomendável) ligeiros e fáceis de encontrar pelas ruas da Vila Madalena e região. Em versões verde (Grin) e amarelos (Yellow). Também têm as versões bikes, em amarelo (Yellow) e laranja (Tembici/Bike Sampa). A liberação dos equipamentos é feita através de aplicativos instalados nos smartphones.

O pagamento é feito também pelo aplicativo e varia de marca para marca. São planos diários, semanais, mensais e anuais, dependendo da bandeira. Tudo é feito pelo celular. Não há contato humano nesta transação. E parece que ninguém sente falta.

Yellow-Simão Alvares-GA (1)Os patinetes, segundo a prefeitura, podem circular no máximo a 6 km/h nas calçadas e a 25 km/h nas ciclofaixas. Eles têm pneus rígidos, pesam em média 12,5 kg, suportam até 125 kg e devem ser usados por apenas uma pessoa. O motor elétrico é alimentado por uma bateria de lítio-ion. As empresas recolhem periodicamente os equipamentos para recarregar e fazer a distribuição pela cidade. Estudos mostram que os usuários de patinetes utilizam o equipamento para trajetos de até 1,5 km. Os de bike vão mais longe.

É preciso ter mais de 18 anos e o uso de capacete é recomendável para todos os usuários, mas a maioria das pessoas não usa este importante item de segurança provavelmente por falta de hábito ou excesso de confiança. Terminado o uso, eles podem ser deixados em qualquer lugar, na teoria. Alguns deles ficam em calçadas e atrapalham a circulação dos pedestres.

Bikes-Fradique Coutinho-GA3Uma das marcas, a Yellow, iniciou suas operações em agosto de 2018. Segundo a empresa, São Paulo superou o uso em quilômetros rodados em comparação a outras cidades mundiais. Atualmente a marca está presente em 21 km² e promete ampliação e chegar a 100 mil equipamentos pela cidade. Os patinetes são fabricados na China. Está prevista a entrada de outras bandeiras explorando o filão.

Pela Vila Madalena, é fácil encontrar patinetes e bikes pelas ruas. Eles estão em frente a lojas, cafés, Beco do Batman e outros lugares. As estações da Tembici ocupam o meio-fio e as bicicletas ficam presas em equipamento de segurança que libera a partir de aplicativo do usuário.

Bikes-Simão Álvares-GA (1)Em uma dessas estações, encontramos a barista Maria que está fazendo um curso de café na Vila Madalena e retirava uma bike para ir até a Vila Mariana. “Acho prático e barato e apesar do trânsito de São Paulo (moro em Campinas), acho que tanto o motorista como os ciclistas estão mais cuidadosos uns com os outros e esse modelo de transporte veio para ficar”, diz antes de partir para seu destino na bike retirada na Fradique. (GA)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA