Comunidade: intervenção urbanística na Rua dos Pinheiros

0
432

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
Mais pessoas e menos veículos em trecho da Rua dos Pinheiros.

Calçadas mais amplas, com espaço para floreiras e bancos para as pessoas descansarem. É o Projeto Caminhar Pinheiros.

O Caminhar Pinheiros é uma parceria entre o Coletivo Pinheiros e o Poder Público para tornar a Rua dos Pinheiros mais segura e acolhedora para os pedestres, ampliando as calçadas e faixas de travessia. É o legado da 3a. Edição do Festival Pinheiros para a cidade.

Nesta primeira fase os quarteirões entre as ruas Cônego Eugênio Leite e Joaquim Antunes foram modificados e tiveram a área das calçadas ampliadas para servir aos pedestres. Retiraram 18 vagas de estacionamento da Zona Azul. Em seu lugar, foram instaladas floreiras, bancos de madeira e mais espaço para os pedestres deixou o lugar mais agradável e convidativo. As vagas para idosos, pessoas com deficiências e de carga e descarga de mercadorias foram mantidas.

Rua dos Pinheiros-GA (5)

A rua dos Pinheiros tem um grande número de restaurantes e bares concorridos e recebe principalmente nos finais de semana, um grande público. Há também outros tipos de comércio e prestadores de serviço por toda a extensão da rua. O projeto foi apresentado durante o Festival Pinheiros, evento de gastronomia, moda, cultura e arte que a rua dos Pinheiros promove anualmente pelo prefeito Bruno Covas e o vereador Police Neto. A parceria da Prefeitura de São Paulo com a Associação Coletivo Pinheiros está sendo patrocinado pela empresa de mobilidade urbana 99 e apoio da Iniciativa Bloomberg para Segurança Global no Trânsito.

“Um terço dos deslocamentos em São Paulo é feito a pé. Aumentou o número de pessoas andando nessa região e precisamos dar mais segurança a elas”, disse o prefeito. Segundo Police Neto, “O Caminhar Pinheiros nasceu de um desejo dos moradores e comerciantes. Eles notaram que as pessoas estão caminhando mais e decidiram valorizar essa iniciativa”, enfatizou.

A intervenção inicialmente acabaria dia 10 de dezembro, mas foi prorrogada até o dia 15 de fevereiro. Para avaliar o projeto, no próximo dia 17 de janeiro, a prefeitura vai realizar uma nova rodada de conversa e avaliação com os integrantes do Conselho Participativo de Pinheiros para decidir sobre a continuidade e ampliação do projeto. Um estudo para melhorar a área de embarque e desembarque de mercadorias ainda está em andamento.

Juliana Ribeiro, subprefeita de Pinheiros, Bruno Covas, prefeito, Police Neto, vereador, Vanessa Rêgo e Sandra Santorsula, do Coletivo Pinheiros (foto/Heloisa Ballantini/Div)
Juliana Ribeiro, subprefeita de Pinheiros, Bruno Covas, prefeito, Police Neto, vereador, Vanessa Rêgo e Sandra Santorsula, do Coletivo Pinheiros (foto/Heloisa Ballantini/Div)

Segundo Juliana Ribeiro, subprefeita de Pinheiros, “Recebemos esse projeto e aprimoramos junto ao CET. A ideia não é só discutir a ampliação das calçadas, mas também a segurança do pedestre em uma cidade que precisa de uma nova divisão de espaço público”, em entrevista ao portal G1. (GA)

www.caminharpinheiros.org

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA