Receitas peruanas

0
259

Foto: Tiago Gonçalves

Tiago Gonçalves
Pratos peruanos autênticos no Q'Chicha

O ambiente tem cores fortes. Revestindo as paredes, mantas coloridas com temas peruanos que são normalmente usadas pelas mulheres para transportar seus filhos pequenos junto ao corpo. Na grande lousa, desenhos e expressões que remetem ao Perú.

O Q’Chicha é formado por quatro sócios, todos chefs de cozinha especializados em cozinha peruana. Antes de se juntarem para criar o Q’Chicha, em julho, os sócios e chefs passaram por restaurantes da especialidade em São Paulo. São eles: os chefs Pablo Lopez, Enrique Carrera, Hernán Huillcaya e Jorge Antonio.

A equipe do peruano Q'Chichua (Tiago Gonçalves)
A equipe do peruano Q’Chicha (Tiago Gonçalves)

Na elaboração do cardápio do restaurante, além do tradicional ceviche, incluíram pratos peruanos autênticos ainda pouco conhecido pelos brasileiros. São inovações gastronômicas como o ceviche em uma versão quente: o ceviche a la brasa, com cubos de peixe marinado com leite de tigre, pimenta amarela e cerveja e levados à brasa e servido com batata doce. Garantem que não deixa nada a dever ao tradicional ceviche servido em temperatura ambiente.

Os sócios explicam que escolheram propositamente a Vila Madalena para instalarem o restaurante Q’Chicha. “Era onde queríamos estar por conta de um público que aprecia novidade e qualidade, como entendemos que a Vila seja”, informa Hernán, que ainda mantêm o sotaque que mescla castelhano e português, assim como seus outros conterrâneos, mas que em nada atrapalha o entendimento.

Ambiente inspirado no Perú (Tiago Gonçalves)
Ambiente inspirado no Perú (Tiago Gonçalves)

O nome Chicha que foi dado ao restaurante têm vários significados e é de origem de uma dos idiomas dos índios peruanos. Chicha é o nome de uma bebida alcoolica fermentada e produzida a partir do milho. Chicha é o nome de uma dança típica peruana muito conhecida naquele país andino. Acrescido do “Q’” ganha um significado de destaque, de valorização.

O atendimento das mesas é feito pelos proprietários que além de cozinhar gostam de atender à clientela nas mesas e se for necessário explicar aos clientes ainda pouco conhecedores da culinária peruana, os ingredientes dos pratos do cardápio. “Desta maneira, as pessoas podem ter uma experiência gastronomica mais rica e completa”, explicam.

Q Chicha15-GV-AGO-TG

Entre os pratos do restaurante Q’Chicha, sugerem como entradas quentes como o pastel de milho, uma espécie de bolo de milho recheado com carne temperada. Entre os ceviches, e eles são imperdíveis, pode-se começar pelo clássico com peixe marinado no leite de tigre acompanhado de milho e batata doce. Tem as versões de ceviche misto, com peixe, camarão, lula, polvo marinado com leite de tigre e acompanhado de milho e batata doce.

Q Chicha28-GV-AGO-TG

Na parte do cardápio com as sugestões de pratos quentes, os sócios do  Q’Chicha destaca o Aeroporto Jorge Chavez. O prato que leva o nome do aeroporto internacional de Lima, é um clássico peruano-chinês que tem em sua receita, arroz frito, macarrão chinês, ovo mexido, pimentão, cebolinha, brotos de feijão, filé de frango laqueado e molho teriyaki e fansi frito. Tem massas no cardápio.

Entre as bebidas, destaque para o refrescante chicha morada, feito com milho preto e servido gelado. Entre as bebidas alcoolicas, o tradicional pisco sour, acrescido de limão, xarope de açúcar, clara de ovo, bitter e pisco, a bebida símbolo do Peru.

O restaurante Q’Chicha funciona de terça a sexta, no almoço, das 12 às 15h e no jantar, das 19 às 23h, no sábado, das 12 às 16h e das 19 às 23h e domingo, das 12 às 16h.  (GA)

Q’Chicha Cevicheria Peruana Urbana, Rua Girassol, 654, Vila Madalena. Telefone 3032-4211, www.facebook.com/Q’Chicha

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA