Harmonização made in Japan

0
824

Foto:

Harmonização made in Japan

Pratos que harmonizam com saquês é a proposta do novo restaurante da  Vila Madalena.

Os irmãos e sócios Takahiro e Kaori Muranaka têm uma ligação com restaurantes japoneses de longa data. Takahiro durante anos fez críticas de restaurantes em Tóquio para revistas especializadas e veio em 2008 para o Brasil para trabalhar com importação e exportação. Kaori, por sua vez, se dedicou à culinária e ganhou experiência ao passar por diversas cozinhas de tradicionais restaurantes em Tóquio.

No início deste ano, o irmão convidou Kaori para juntos abrirem o Quito Quito Izakaya. Takahiro diz que a escolha do bairro foi fundamental. “A Vila Madalena tem um clima mais artístico e isso vem ao encontro do conceito de cozinha e bar com saquês e pratos japoneses que oferecemos aos clientes. Vamos além dos sashimis, sushis ou temakis, mais comuns pela cidade”.

Os saquês são todos fabricados em pequenas destilarias artesanais japonesas. “Muitos dos que servimos não se acha com facilidade aqui em São Paulo”, garante. Além do saquê, oferecem o shochu, bebida fermentada a partir da batata, arroz e trigo, ainda pouco conhecida por quem não é da colônia.

Todos os pratos criados por Kaori são pensados para harmonizar com os saquês e os shochus do restaurante. As opções atendem a todos os gostos e incluem massas, carnes de porco, aves, bovinos, peixes e frutos do mar. Takahiro sugere que o cliente não deixe de experimentar a entrada do dia, que varia de acordo com a oferta do mercado. 

Entre os pratos fixos, eles sugerem o combinado defumado, com ostra, polvo, moela, peito de pato e língua de porco. Ou então o macio steak de wagyu (raça bovina vinda do Japão que tem uma criação mais cuidadosa, que inclui até massagem e nenhum estresse, para que sua carne fique marmorizada e macia).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA