Casa Rockambole é opção de música e shows na Vila

0
2055

Foto: Divulgação

Divulgação
A turma da Casa Rockambole

GVM 295 MAIO22

Depois de quatorze anos o Centro Cultural Rio Verde encerrou suas atividades em 2021 por conta da pandemia. Mas com a mesma vocação cultural e musical surge a Casa Rockambole. A festa continua!

São cinco sócios, todos ligados ao cenário cultural, comandam a Casa Rockambole: Ygor Alexis, Felipe Machado, Luiza Gonçalves, Gabriel Dantas e Fernando Cescon. “Somos fruto de uma ‘meteção’ de loucos entre amigos, que resolveram se juntar com outros amigos, artistas e sonhadores para a dominação mundial. Viver de música de fato. No streaming, na roupa, no programa de YouTube, no festival de música gratuito, na rua” é o propósito que inspira o quinteto.

O teatro é um dos atrativos da Casa Rockambole (Divulgação)
O teatro é um dos atrativos da Casa Rockambole (Divulgação)
A oportunidade para assumir o espaço do Centro Cultural Rio Verde é explicada por Ygor Alexis: “Sempre namoramos este espaço, tanto como público como produtores e frequentamos muito o CCRV. Durante a pandemia soubemos que as atividades do CCRV haviam sido encerradas e os donos. Guga Stroeter e Kiki Vassimon, buscavam por parceiros que assumissem o espaço cultural. E desde setembro último, passamos a dirigir o espaço, dando o nome do nosso selo para ele. Trouxemos nosso escritório e o estúdio para o espaço.”

“O curioso”, conta Ygor, “é que em 2017, aqui fizemos o lançamento do clipe de ‘Competiçãode Ego’ dos meninos d’O Grilo [banda do selo] e tivemos uma conversa de como seria legal ter essa estrutura [do CCRV] como sede. Se dissessem que estaríamos aqui em 2021, a gente não ia acreditar”.

Segundo o pessoal da Rockambole, a Vila Madalena continua sendo um polo cultural importante para a cidade. “Com certeza. É um bairro que já é conhecido pelos eventos e atividades de lazer que ainda oferece, além de possuir linhas de metrô e ônibus ao longo de toda sua extensão, isso ajuda demais no acesso do público a esta região. Com a pandemia, o bairro sofreu algumas perdas importantes como, por exemplo, a Casa do Mancha e o Z Carniceria, outros espaços que a gente amava ir. Mas a gente acredita que esta retomada vem trazendo as pessoas de novo para cá e esperamos demais que a Casa Rockambole contribua para essa renovação de agenda cultural do bairro”, afirma Ygor.

A Casa Rockambole foi inaugurada em março deste anos, mas antes precisou passar por algumas reformas no espaço. Segundo Ygor, “muitas questões de segurança e estrutura e poucas adaptações estéticas. A gente brinca que foi mais dar um tapinha na autoestima do espaço e colocar a nossa identidade. A cobertura externa está novinha para os dias de chuva, uma estrutura de som interna e externa feita sob medida pelos nossos parceiros Rafael Gonzalez e Frederico Muller da Lumini Sounds. Transformamos o estúdio de ensaios em estúdio de gravação, mas deixamos a estética linda que o Guga Stroeter concebeu no projeto original do então CCRV”.

O estiloso coreto (Divulgação)
O estiloso coreto (Divulgação)
Na estrutura da Casa Rockambole, pode receber até 600 pessoas. Além do teatro, há um estúdio de gravação, um espaço aqui chamado de ateliê voltado para ensaios musicais ou fotográficos e outros usos, uma loja que vende produtos da marca, de parceiros e dos contratados e um bar, que vem a calhar para os dias de shows e outros eventos.

A programação da Casa Rockambole, segundo Ygor, é diversa e plural. “Não vou dar spoilers, mas podem esperar, vamos navegar pelos mais diversos tipos de eventos nos próximos meses”. E quanto aos valores dos ingressos, Ygor adianta que “teremos eventos de diversos preços, incluindo alguns com entrada gratuita como o “De Graça na Praça”, com shows lindos no nosso coreto!”. Eventos com preços populares como o Rockambaile de Karaokê onde o público pode assistir aos shows dos artistas do selo e amigos, que sobem ao palco do teatro para uma noite de cantoria descontraída.

O selo Rockambole é responsável pela carreira de vários artistas. O Grilo, PLUMA, Dingo Bells, Pelados, Reo Lamos, Scatolove, Flerte Flamingo e Departe, os mais novos contratados do selo. Há também o selo Bolo de Rolo, “um sub-selo, que ajudará a desenvolver a carreira de artistas que estão começando como o Ânima”, diz Ygor. Pelo visto, o quinteto da Casa Rockambole não vai deixar ninguém parado! (GA)

O que vem por aí. A programação da Casa Rockambole está disponível na página da casa. (GA)

Casa Rockambole, Rua Belmiro Braga, 119, Vila Madalena, www.rockambole.com.br, Ingressos – rockambole.byinti.com/#/ticket/

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA