Fusca 67 vira|arte

0
1454

Tec, artista argentino, faz na Galeria Choque Cultural sua primeira mostra individual, que inclui um Fusca.

“Como conseguir tintas” é o nome da exposição de Tec, artista plástico argentino que mora na cidade desde o ano passado. São telas de grandes dimensões, incluindo três inéditas, além da pintura feita à mão sobre a lataria de um Fusca 67. Para o artista, a utilização do automóvel é fruto da influência dos elementos desse cotidiano em seu trabalho.

“O Fusca está todo ok, tanto de lataria como de documentação”, garante o artista sobre sua obra, que poderá estar rodando pelas ruas da cidade por quem pagar R$ 50 mil.

Tec integrou a coletiva “De dentro e de fora”, realizada em 2011 no Masp. O artista também é o autor de intervenções urbanas feitas no asfalto como em Perdizes, Sumaré e Bela Vista. É o caso da “Lagartixa” da Rua Bartira e do “Ratón” da Rua Caiubi. Para fazer essas intervenções, Tec precisa que a rua tenha uma boa visibilidade de quem desce para poder ver sua obra na ladeira oposta.

Suas intervenções estão expostas e à venda através de fotografias que ele fez, junto à exposição na Galeria Choque Cultural.

Sua primeira exposição no Brasil é um convite a conhecer mais a fundo suas criações, que têm base no desenho. Foi partindo desses traços que Tec, em meio à crise econômica enfrentada por seu país de origem na última década, que ele migrou para o muralismo de rua. Em sua atual fase, o artista mantém constante diálogo com a arte urbana, tanto em forma quanto em conceito.

Nascido em Córdoba, ele tem influências da arte feita nas ruas, como o grafitti. O rock’n’roll e as viagens também se refletem em seus trabalhos. Estudou desenho gráfico na Universidad de Buenos Aires e completou seus estudos com fotografia, serigrafia, animação e vídeo, além de fazer parte de grupos coletivos de arte.

Sobre Tec, Baixo Ribeiro, da Choque Cultural, fala: “Reparei no trabalho dele em 2005, quando passou pela cidade. As telas expostas mantêm certas características: economia de cores, desenho marcante, gestos aparentes e composições elegantes”.

Exposição “Como conseguir tintas”
Galeria Choque Cultural
Rua Medeiros de Albuquerque, 250, Vila Madalena
Telefone 3061-2365
Até 31 de julho, de terça a sábado, das 10 às 18h

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA