Comida e clima de praia

0
1013

Cadeirinhas de praia, piso de cimento decorado, cadeiras coloridas, cardápio formado por pescados e frutos do mar e inaugurado no dia de Iemanjá, a rainha do mar.

O empresário Cícero Castilho Cunha criou “um lugar que lembrasse na decoração e no cardápio os restaurantes e bares do nosso litoral”. E a decoração, com detalhes e peças curiosas como os lampiões a querosene feitos em latas de conservas, trazidos do Mercado de São Joaquim, em Salvador, ajudam a viajar para a praia sem sair da Vila.
Até abrir as portas do Peixaria, foram oito meses de reformas gerais. “Como acredito no potencial da Vila, entendi que há espaço para um lugar onde o cliente vem para comprar um peixe e, se quiser, pode mandar assar na grelha ou petiscar uma das inúmeras sugestões do cardápio bebericando uma cerveja bem gelada. Um clima de praia, como muitos que conheço”, diz o dono.
Uma peixaria instalada logo na entrada dá as boas vindas e oferece peixes de rio e de mar, como tucunaré, pintado, salmão, lagosta, polvo e outros frutos do mar. Ao lado, um balcão com diversas porções que podem ser degustadas no bar ou levadas para casa, em embalagens próprias. Passando pela grelha instalada na canoa, vem uma escada com azulejos coloridos que dá acesso a um dos dois salões e o outro bar.No centro do salão, um fogão a lenha e uma bancada que circunda uma árvore que foi preservada. Em abril, a casa também servirá almoço. Hoje, comer e bebericar acontece a partir das 18h durante a semana e do meio-dia até 1 da manhã no sábado e até às 20h aos domingos. Segunda a casa fecha.
O cardápio tem porções para todos os apetites. Pode começar com um caldinho ou bolinhos e pastéis de bacalhau, os peixes fritos, ostras, acarajé e por aí vai. Entre os pratos mais fornidos, paella, posta de bacalhau, lagostim na brasa, entre outras sugestões. Para acompanhar a comilança, as cervejas pedidas são mantidas em isopor com gelo, como na praia, diz Cícero. Aos sábados, serve feijoada de frutos do mar e pratos para quem não é tão fã de pescados também estão presentes.
Calce o chinelo e vamos “a la playa!”

COMPARTILHE
Artigo anteriorNova galeria na Vila
Próximo artigoESPECIAL

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA