Ronaldo Fraga chega à Vila

0
937

O estilista Ronaldo Fraga recebeu amigos e convidados para a inauguração de sua loja na Vila Madalena, em 5 de maio. Uma casa de 140 m2, na rua Aspicuelta, foi inteiramente repaginada e adaptada ao estilo do designer-cool: criativo e acolhedor. O espaço também abriga um quintal, com direito a jabuticabeira e cara de cidade do interior, onde Ronaldo pretende fazer exposições e promover encontros.
“Meu amor pela Vila Madalena é antigo. Então, quando pensei em abrir uma loja em São Paulo, decidi vir para um lugar que eu considero, ainda, um mundo a parte na capital. A idéia é trazer para cá todos os processos de criação da marca. Vamos ter um espaço para discussão no jardim. Até aula de desenho, que é uma coisa que eu adoro, pretendo oferecer aqui. É um lugar para que as pessoas possam entrar em um universo de pesquisa e entender até o passo a passo de montagem de cada coleção”, diz Ronaldo.

Coleção de inverno

A nova loja também abriga a coleção de inverno do estilista, toda inspirada na China. Ronaldo esteve duas vezes no país e decidiu contar um pouco da história e dos costumes chineses em suas novas criações para a moda feminina. “A gente vive uma história que não é o país China, mas o conceito China, que está tomando conta do mundo. Vivemos um século chinês, com tudo de bom e de ruim, e esse desconforto, não sabemos onde colocar o novo, como lidar com isso, a coleção fala dessa história”, observa.
A loja na Vila Madalena busca consolidar também a linha infantil Ronaldo Fraga para Filhotes, dedicando um setor da casa às crianças. “A moda infantil era como um filho bastardo para mim. Agora, é parte importante da minha criação”.
O mercado de roupas para crianças está aquecido no Brasil, mas não é comum no país uma grife adulta lançar uma linha infantil – como ocorreu na Europa com a Dior (Dior Baby) e a Armani (Armani Junior).

Primeiros passos

Ronaldo lançou a grife com o seu nome em 1996, em Belo Horizonte, mas só começou a desenhar para crianças em 2002. No início, a idéia era apenas criar as roupas de seu filho, Ludovico, hoje com 5 anos. Mas logo passou a fazer também para os amigos do filho e o negócio deslanchou. A coleção infantil se divide em nove linhas, cujos nomes vale a pena citar: “Roupas para Lembrar”, “Roupas para Desejar”, “Roupas para Divertir”, “Roupas para Viajar”, “Roupas para Voar”, “Roupas para Guardar”, “Roupas para Transformar”, “Roupas para Cuidar” e “Roupas para Amar”.
As peças infantis de Ronaldo são graciosas, imaginativas e elegantes. Como não poderia deixar de ser, lembram bastante as suas criações para adultos, com as cores vivas, as estampas lúdicas e os preciosismos poéticos do design. “O universo gráfico é parecido, porque minha roupa nasce sempre do desenho. Mas não vou fazer uma miniatura da coleção adulta. Eu me sinto muito mais livre criando para crianças”, afirma.
E o estilista não pára de inovar. Em breve, deve abrir mais uma loja, no Rio de Janeiro, e pretende lançar dois livros, ainda este ano. É só aguardar!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA