Histórias da Vila

0
1265

A Vila acaba de ganhar um documentário inteirinho sobre ela. “Vila Madalena, uma história e seus autores”, foi lançado no Piratiniga Bar, no dia 5 de março. Entre 243 projetos inscritos, 26 foram selecionados para relatar a história e a geografia humana de bairros como o Capão Redondo, Freguesia do Ó, Lapa, Penha e a Vila, entre outros. Eles fazem parte de um trabalho mais amplo, chamado “História dos Bairros de São Paulo”, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, e é inédito na cidade.
A cineasta e jornalista Ana Luiza Penna, diretora, e Dênio Maués, co-diretor e co-roteirista, receberam os amigos e convidados para a apresentação do documentário, que tem duração de 26 minutos. “Focamos a memória e história do bairro; a Vila ligada à cultura e à efervescência que foi a partir dos anos 1960, e a Vila como agregadora de projetos que unem cultura, educação e cidadania. Ouvimos os moradores antigos do bairro, pessoas que viveram isso, como o Pedro (Costa), do Piratininga. Ouvimos também as pessoas que estão trabalhando com cidadania e dando para a Vila uma outra cara.
Segundo Ana Luiza, o que não faltou foram pontos positivos no documentário. “O primeiro foi poder contar a história do bairro, fundamental. Depois foi conseguir juntar pessoas tão simples e tão importantes, que fazem da Vila o que ela é. A Vila é feita de antigos moradores e de pessoas que projetaram a Vila para ser o que ela é, com essa cara artística”.
Quem participou
Entrevistados como Pedro Costa, José Luiz Penna, Álvaro Barbeiro, Hermano Penna, Gilberto Dimenstein, Luis Birigui, Ariovaldo Travez, Nabil Bonduki, Rafael Pagano, Isabel Ruas, Xiclet e Hermínia Maricato abordam temas como a Feira de Artes da Vila, os curiosos nomes das ruas, a história de Padre Olavo que trouxe vários benefícios para a Vila, a chegada dos estudantes da USP, a época do Regime Militar, a verticalização e os trabalhos sócio-culturais feitos no bairro.
Tudo isso será levado às crianças e adolescentes de escolas municipais que poderão conhecer melhor a Vila Madalena. “O pensamento agora é fazer um DVD com todos os projetos e também passar no Canal Futura”, observa Ana Luiza. Dênio acrescenta que eles procuraram mostrar a vida diurna do bairro, devido à faixa etária a que é destinado.
“Pude perceber que todas as pessoas que participaram são apaixonadas pelo bairro. E foi um prazer para nós fazer este documentário assim com foi para as pessoas participarem. Você vai perceber que tudo foi feito de uma forma muito apaixonada”, diz ele, complementando: “O importante é vermos o documentário e pensarmos a Vila hoje, o que queremos para um bairro do futuro. A história é maravilhosa, algumas coisas se perderam, outras ainda estão aí e outras foram criadas. O interessante é ver o que se manteve e o que foi criado de bom e a partir daí tentar construir um bairro melhor ainda”, finaliza.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA