Agô! mistura de danças

0
852

Um projeto de dança vai agitar o bairro este mês. É o Ago! Dança Contemporânea, que acontece no dia 20 de setembro, na Sala Crisantempo.
O espetáculo, cujo repertório musical mistura as tradições brasileiras, cubanas e africanas em linguagem jazzística, é dirigido por Guga Stroeter, a orquestra Heartbreakers, os cantores Sapopemba (Brasil) e Liena Centeno (Cuba) e a coreografia e pesquisa de linguagem de Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira.
Oito bailarinos mostram a coreografia inédita de Ângelo e Ana Catarina, que adaptaram movimentos pesquisados em processos anteriores como Somtir (2003), Outras Formas (2004), Como? (2005) e Clandestino (2006). “Foi um desafio reconfigurar movimentos criados em outro contexto, para um novo tema e com outra qualidade musical”, comenta Ana Catarina.
O projeto é fruto da pesquisa proposta por Guga Stroeter (concepção, roteiro e direção artística) desde 2001, entre os legados culturais africanos de Brasil e Cuba. Nesse trabalho teve papel fundamental o Grupo Abaçaí de Cultura Popular através de alguns de seus colaboradores: Ari Colares, Sapopemba e Dino Barioni. Em 2002, o selo Sambatá lançou o álbum Agô!, com arranjos jazzísticos para cantos da tradição yorubá dos dois países. “Brasileiros e cubanos temos a mesma decendência e essas tradições estão presentes na dança, na música, na maneira que jogamos futebol e no modo como encaramos a vida, a sensualidade, as forças da natureza”, diz Guga.
Agô! Dança Contemporânea tem cenografia e iluminação de Juliana Augusta Vieira e figurinos de Gustavo Silvestre, que primaram por uma atmosfera propícia para o público acompanhar os processos de transformação da cultura brasileira, mantendo suas tradições vivas.
“Cada vez que constatamos nossa própria origem, sabemos um pouco mais sobre nós mesmos. Isso nos eleva a auto-estima e a própria noção de identidade, passamos a nos conceber como participantes de grande movimento histórico; não como espectadores mas como protagonistas”, complementa Guga.
Agô! fica em cartaz na Sala Crisantempo até dia 19 de outubro. As apresentações acontecem aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 20h.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA