Circuito de Carnaval

0
940

Ainda faltam alguns dias para a “festa de Momo”, mas quem quer cair no samba não precisa esperar até fevereiro chegar! Basta dar uma volta pela Vila Madalena e Pinheiros para sentir o clima de euforia e diversão que se espalha pelo bairro graças à programação de Carnaval dos bares da região.
Vale começar pelo Vilarejo Bar e Grill. A casa, bastante conhecida na Vila, conta agora com uma filial, em Pinheiros, especialmente estruturada para receber os foliões. A badalação começa na sexta-feira, a partir das 20h, com o grupo Puro Cristal. Sábados e domingos, às 15h, mais samba e pagode com o conjunto “De todas as formas”. Durante todo o mês de janeiro, músicas de carnaval estão incluídas na programação, contagiando o público. O couvert é bem baratinho: mulher paga apenas 6 reais e homem, 8 reais.
O Ó do Borogodó é outro que está em ritmo de Carnaval com uma programação variada que vai do samba ao choro, durante todos os dias da semana, exceto aos domingos. A novidade é que o bar abre aos sábados a tarde servindo feijoada ao som do grupo Inimigos da Batente. Feijoada e roda de samba também fazem parte do cardápio do São Cristóvão, todos os sábados, a partir das 16h. Comandada por Nei Silva, a badalada roda é uma das mais famosas da cidade. Mas é preciso chegar cedo para garantir um lugarzinho, já que a casa está sempre lotada! E não deixe também de esperimentar a alheira, um dos petiscos mais saborosos do São Cristóvão, que vai muito bem com um chopinho gelado!

Boa música

Aliás, casa cheia é uma constante também no Samba, bar localizado no coração da Vila Madalena. Vale a pena fazer reserva para curtir, às terças-feiras, roda de samba com Cidinha Zanon e Grupo Traço de União. As quartas-feiras, João Borba e Amantes do Samba; quintas, Quinteto em Branco e Preto, sextas-feiras, roda com Borrão, Helinho Guadalupe e Daise do Banjo. Sempre a partir das 21h.
Aos sábados, na hora do almoço, das 14 às 19h, vale a pena prestigiar o Orvalho da Madrugada e, a noite das 21 às 3h, Odair Menezes e João Borba. Aos domingos, é a vez do grupo Dose Certa, das 21 à 1h.
Assim como na maioria das casas, o samba de qualidade também é prioridade no Salve Simpatia, com seus bonecos de “bambas”, como Noel Rosa e Cartola recepcionando a clientela. Se você gosta de ouvir Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho, Demônios da Garoa, Alcione, Chico Buarque, Martinho da Vila, entre outros, este é o lugar certo.
Grupos como Quarteto, Samba Envolvente, Farinha do Mesmo Saco, Simpatia e Dose Certa fazem as honras da casa, aberta de terça-feira a sexta, a partir das 21h; sábados, a partir das 14 e domingo das 19h. O aconchegante Tocador de Bolacha também está em clima de Carnaval. Localizada em uma ruazinha escondida do bairro, a casa cheia de plantas e com poucas mesas é um lugar diferente para curtir samba e choro. Terças, quintas e sextas, a partir das 21h, e aos sábados, começando às 22h.

Mais samba

No Traço de União a maratona de samba aos sábados começa às 14h. A roda é comandada por Aldo Bueno, muitas vezes acompanhado por convidados especialíssimos como Beth Carvalho. Nos dias 15 e 22 de janeiro, os frequentadores do Traço contarão com a presença de Nãnãna da Mangueira. O show de mulatas com Sandrinha Sargentelli – “Rumo ao Carnaval das Cores” – é a atração do Carioca Club, também aos sábados, a partir das 23h.

Sons variados

Outro lugar que convida a um passeio pela música brasileira é o bar Mangueira. No repertório, sambas de terreiro, clássicos de Carlos Cachaça, Cartola e Nelson Cavaquinho, e composições dos novos valores que tomam corpo na comunidade mangueirense e do samba em geral, marcando o caráter tradicional do bar. O Bar Mangueira funciona às quintas e sextas, a partir das 20h, contando sempre com uma atração de renome nacional. Bambas como Paulinho da Viola, Clara Nunes e Noel Rosa serão interpretados por grupos como Redenção, Inimigos do Batente e Samba Puro. Aos sábados, a feijoada começa a ser servida a partir das 12 horas.
Quem quiser curtir um som diferenciado, o lugar certo é o Avenida Club. Às quintas-feiras, durante todo o mês de janeiro, o samba e pagode é a cargo das bandas Tirando Onda e Sempre Mais, começando às 22h e só parando quando já não houver mais fôlego, às 2h da madrugada. Nas demais noites, o repertório é bastante variado. Frequentada por um público na faixa dos 30 anos, para mais, o Avenida Club mantém sua tradição como uma das mais charmosas casas de São Paulo.
Diversão é o que não falta na Vila, mesmo antes do Carnaval!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA