Parceria literária entre pai e filha

0
277

Foto: Divulgação

Divulgação
Rafaela e Roberto com o livro escrito a quatro mãos

Um livro escrito a quatro mãos narra em forma de diário, as reflexões e impressões do pai e da filha em uma viagem pelo Brasil.

O título é longo: “Nosso Diário – Confidências de um pai e uma filha e (quase) tudo o que escreveram um ao outro” (Editora Bambolê, 2019, 96 páginas), de Roberto Basílio de Matos e a filha Rafaela Brandi Matos, lançado em 28 de setembro, em tarde de autógrafos na Livraria da Vila na Fradique Coutinho, um dos lugares que ele frequenta desde que veio morar na Vila Madalena em 2009.

“O Nosso Diário…”, conta Roberto, “narra em forma de diário uma viagem que fizemos eu e a minha Rafaela, em 2015, de São Paulo até Foz do Iguaçu, no Paraná”. Ele lembra que pensou no livro como uma forma de ambos se conhecerem melhor e compartilhar suas impressões “sobre a viagem, a paisagem, os sentimentos entre eles. Poderiam ser mensagens em redes sociais”. O livro foi lançado no início de setembro na Bienal do Livro no Rio de Janeiro e depois em São Paulo. Ele está à venda na Livraria da Vila da Fradique.

Roberto não é escritor de primeira viagem. “Desde jovem gosto de escrever e já lancei outro livro, “Guarda-Chuva? Guarda-Chuva!” (Editora Adonis) voltado ao público infanto-juvenil e ganhei em 2015 do prêmio Lusofonia de Contos Infantis, em Trofa, Portugal. Foi uma agradável surpresa, como todos os prêmios!”. Em entrevista no café da Livraria da Vila da Fradique anuncia que tem o romance “Longitute 33°”, “que espero lançar em breve, só falta definir a editora”.

A filha Rafaela, hoje com 18 anos, está cursando o primeiro ano de veterinária e “Nosso Diário…” é o seu primeiro livro.

Roberto conta que “Rafaela sempre gostou de escrever e quando fiz a proposta do livro sobre a nossa viagem ela aceitou prontamente. Foi a forma de aprofundar o nosso relacionamento de pai e filha”, diz Roberto que também é pai de Catarina, quatro anos, e filha do casamento com a diretora de teatro Cristiane Zuan Esteves.

A narrativa do livro compreende um curto período de onze dias, o tempo que durou a viagem, com uma paradinha providencial em Londrina, Paraná, onde a família da mãe de Rafaela morava. Começa no dia de Natal (25 de dezembro) e termina no dia 4 de janeiro do ano seguinte. Roberto lembra que “É um livro que tanto adultos como os mais jovens vão ler com prazer a nossa história”.

Roberto além de escritor é dramaturgo e ator e se apresenta nos palcos e na TV como Beto Matos. Recentemente excursionou pelo Brasil com a atriz Denise Fraga em “A visita da velha senhora”. “Fiz biologia na Unicamp e no último ano iniciei o curso de artes cênicas e acabei me apaixonando, mas mantenho um contato muito próximo com os colegas de biologia!”. Ele faz parte da companhia teatral Phila7 e na TV Globo atuou entre outros trabalhos, na minisérie “Maisa”, em 2009 e Álbum de Casamento. (GA)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA