Beco do Batman ganha jardim de chuva

0
133

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
Jardim de chuva no Beco do Batman

No final de novembro, foi inaugurado um jardim de chuva para diminuir as enchentes no Beco do Batman.

O jardim de chuva trata-se de uma área murada e recebeu plantas e folhagens da mata atlântica. A área escolhida para ser implantado fica no largo onde a rua Gonçalo Afonso se encontra com o Beco do Batman, na Vila Madalena.

Jardim chuva-Beco Batman-GA (5)

Pelo traçado do Beco do Batman, assim como no Beco da Belmiro Braga, corre debaixo dos paralelepípedos, o Rio Verde que vai desaguar no rio Pinheiros, quilômetros abaixo. O Rio Verde foi canalizado para que não alagasse as construções que o margeiam. Mas quando chove muito, o beco impermeabilizado se transforma em um rio de águas rápidas e perigosas.

O jardim de chuva é uma caixa de reservação construída que quando chove retém parte da água e depois, por gravidade desce até o Rio Verde. Com isto a água da chuva vai demorar um pouco mais para chegar à calha do rio.

Jardim chuva-Beco Batman-GA (6)

O Beco do Batman já tinha um outro jardim de chuva construído tempos atrás. Esse jardim fica em uma das suas extremidades mas não está tão organizado como o novo jardim, organizado e bonito e construído no final de novembro pela Prefeitura Regional de Pinheiros em parceria com o projeto Verdejante da TV Globo.

Para estimular a participação da comunidade, a prefeitura regional aproveitou o evento no Beco do Batman e convidou os alunos da Escola Estadual Godofredo Furtado, localizado na Rua João Moura, para participar do plantio das mudas e plantas no novo espaço do Beco do Batman. Todas as espécies plantadas são resistentes à água.

Na Vila Jataí, região do Alto da Lapa e também área de atuação da Prefeitura Regional de Pinheiros, tem outros dois jardins semelhantes ao inaugurado no Beco da Vila Madalena. Eles ocupam duas rotatórias e agora a área tem jardim, flores e retêm um pouco das águas das chuvas.

Rotatórias pela região de Pinheiros também foram transformadas em jardins suspensos para a mesma finalidade, reter a água das chuvas, diminuírem a velocidade dos veículos que circulam pela região e criar uma pequena área verde.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura Regional, outros jardins de chuva e rotatórias verdes deverão ser construídas em parcerias com a iniciativa privada. (GA)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA