Em nova casa

0
779

Foto:

Em nova casa

Aprendizado infantil com ênfase na educação bilíngue é o trabalho da escola que começa o ano letivo em endereço novo.

No Brasil, a língua inglesa está em toda parte: no happy hour, no home theater, no Google, no Facebook, só para citar alguns exemplos. É também o idioma oficial falado internacionalmente. Com a internet e as redes sociais, é por meio dessa língua que podemos conversar com gente do mundo inteiro. Esses são apenas aspectos triviais que mostram a importância de se ter o inglês como segundo idioma. E quanto mais cedo ocorrer o aprendizado, menor será a barreira para o domínio da língua. “É um grande benefício a criança que pode adquirir outro idioma sem decorar, mas por meio de música e da rotina da escola. Uma vez que você adquire o segundo idioma na fase infantil, nunca mais vai esquecer”, afirma a pedagoga, psicóloga e proprietária da All Together – School, Regina Célia Canavare Pomaro.

A escola atende do berçário, a partir dos 4 meses de idade, à Educação Infantil (até os 6 anos). Vale lembrar que nesse período de aprendizado a criança não é alfabetizada: “Mas preparamos para o letramento, claro. Nesse trabalho, preparamos as crianças para as escolas internacionais e também para as escolas brasileiras, dentro do que é estabelecido pelo MEC (Ministério da Educação)”, explica Regina. Os alunos podem ainda frequentar as aulas de capoeira, artes, culinária e jardinagem e aulas extracurriculares como balé, tênis e judô.

Além da língua inglesa constar das atividades curriculares, a escola oferece curso extra de imersão no inglês para crianças de 3 a 10 anos, matriculadas ou não na instituição. “São três horas de atividades, de segunda a sexta”.Após nove anos no bairro do Jardins, os alunos da All Together – School vão começar o ano em novo espaço. A escola está agora em Pinheiros, instalada em um casarão de 1.500 m2, com muita luz natural no interior. Há também recuo que permite aos acompanhantes embarcar e desembarcar o aluno do carro, evitando mais transtornos ao trânsito da Rebouças, endereço da instituição. “O espaço daqui é maior, podemos acomodar tudo o que queremos. Além disso, o bairro está em expansão, tem as empresas multinacionais que fazem aumentar a demanda por escolas bilíngues e por berçários”, conclui Regina. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA