Encontros saudáveis

0
829

Foto:

Encontros saudáveis

Todas as terças-feiras, das 14 às 16h, o Grupo de Convivência formado em sua maioria por senhoras, se reúne no Centro Cultural Rio Verde para fazer atividades físicas, artesanato, encontros culinários, leituras, passeios e outras atividades.
Muitas das participantes são moradoras da região, mas tem gente que vem de outros bairros. O grupo é acompanhado pelas profissionais da Unidade Básica de Saúde Dr. Manoel Joaquim Pêra, da Vila Madalena: a médica Vera Beatriz Spiandorello, a enfermeira Yara Maria do Couto Siqueira e a psicóloga Grazieli Campello de Siqueira. As atividades físicas ficam a cargo do fisioterapeuta Cassius Capraro que aqui atua como voluntário.
Para a dra. Beatriz é “uma oportunidade de socializar essas pessoas que muitas vezes ficam sozinhas e isoladas em suas residências além de criar vínculos entre elas”. Ela destaca que com esse trabalho, essas pessoas saem de casa e evitam se deprimir, além de poder olhar a vida além dos problemas da idade. Esse trabalho serve para a USB expandir sua ação pelo bairro.
O grupo foi formado através do trabalho das agentes de saúde que visitam essa população e conhecem suas carências. Já existia um pequeno grupo que se reunia em outro local e a ele se juntou as novas integrantes. O grupo tem em média 15 pessoas em cada encontro. A fácil localização também é um fator importante para o grupo se reunir.
A enfermeira Yara explica que o “Centro Cultural Rio Verde foi escolhido graças à disposição dos donos, Guga Stroeter e Kiki Vassimon, em ceder o lugar para as nossas reuniões”.
O Rio Verde é um espaço multimídia e tem uma diversificada programação musical além de eventos e exposições. Internamente tem uma boa área verde e as senhoras se exercitam e fazem suas atividades em um clima de descontração e alto astral.
A cada terça-feira uma ou mais atividades pré-definidas. Uma das recentes foi a visita do grupo ao Instituto Tomie Othake e tiveram a oportunidade de ver a exposição em cartaz. “Foi muito lindo”, diz a gaúcha Wilma Gomes Daceiro, que participa do grupo e brinda suas colegas com sua voz. Ela foi cantora de orquestra e, embora com um pequeno problema na garganta, brindou a reportagem e as amigas com uma música de seu extenso repertório que vai de Sílvio Caldas a Nelson Gonçalves.
São atividades abertas ao público em geral e é gratuito.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA