Criança tem que brincar

0
1098

A Escola Elo, tradicional estabelecimento de educação infantil da Vila Madalena, tem novidades para alunos e comunidade. A escola ampliou seu espaço e serviços. Agora o berçário está com capacidade dobrada e horário expandido e uma brinquedoteca faz a alegria de crianças de um a 7 anos.
Segundo a diretora da Elo, Silvana Davini Santoliquido, havia lista de espera para o berçário, que passou a ter dez berços e uma sala dupla de estimulação para bebês. Dentro do horário de funcionamento do berçário, das 7h30 às 17h, os pais podem optar entre deixar seu filho o dia todo, em meio-período ou de acordo com suas necessidades, ressaltando que antes da criança entrar no berçário uma pedagoga faz uma entrevista com os pais a fim de recolher dados suficientes para formar um prontuário do bebê. Mensalmente será entregue à família um relatório sobre desenvolvimento emocional, físico e social da criança.
Silvana conta que na Elo a transição do berçário para outras salas é feita gradativamente a fim de evitar que a criança estranhe o novo ambiente. No entanto, independente da fase em que está, ao brincar, a criança deixa fluir suas fantasias e imaginação. As crianças projetam no brinquedo toda sua sensibilidade, sem diferenciar o real do imaginário. Ela pode representar personagens e solucionar seus conflitos, imersa no faz-de-conta”.
Silvana explica que a brinquedoteca foi elaborada com a finalidade de proporcionar um espaço onde a criança possa brincar sossegada, sem cobranças e sem sentir que está atrapalhando ou perdendo tempo, além de estimular o desenvolvimento de uma vida interior rica e da capacidade de concentrar a atenção; estimular a operatividade das crianças; favorecer o equilíbrio emocional; dar oportunidade à expansão das potencialidades; desenvolver a inteligência, criatividade e sociabilidade; proporcionar acesso a um número maior de brinquedos, de experiências e de descobertas; dar oportunidade para que aprenda a jogar e a participar.
É natural que os adultos desejem que seus filhos se socializem, que aprendam, que se desenvolvam, que sejam equilibrados e responsáveis, que prestem atenção no que estão fazendo e que se acostumem a trabalhar. “Não é exatamente isto que a criança faz quando está brincando? O brincar é o momento da verdade da criança”, observa Silvana, acrescentando que a Elo dispõe em sua grade curricular aulas em que as crianças podem soltar a criatividade, como no teatro por exemplo, mas na brinquedoteca as atividades não são dirigidas e por isso é possível ter mais liberdade e espontaneidade para desenhar, criar personagens com fantoches, etc.
O horário da brinquedoteca é livre, desde que alternado ao das aulas e de acordo com o estabelecido para cada faixa-etária, e, embora sempre tenha uma monitora da escola presente, a criança pode estar acompanhada pelos pais ou responsáveis, estes obrigatórios para os menores de três anos. Silvana ressalta ainda que crianças não-matriculadas na Elo também podem usufruir da brinquedoteca.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA