Corrida Amiga e os benefícios da mobilidade a pé

0
380

Foto: Divulgação/Paulo Pampolin

Divulgação/Paulo Pampolin
Silvia Stuchi, criadora do Corrida Amiga

A Corrida Amiga é organização voltada a estimular as pessoas a fazerem das caminhadas e corridas diárias o seu meio de transporte.

Para Silvia Stuchi, criadora da Corrida Amiga, caminhar sempre foi uma opção de locomoção no seu dia a dia. “Sempre gostei de caminhar e procuro fazer meus deslocamentos pela cidade a pé, não importa a distância”. Um exemplo desse hábito: diariamente, de Perdizes percorre a pé os mais de três quilômetros, até a sede do Corrida, por um percurso com subidas e descidas consideráveis. “Estou acostumada a fazer caminhadas, nem sinto o esforço”, diz.

Corrida Amiga-IMGP2816A Corrida Amiga foi criada em 2014, depois de uma temporada de um ano na Inglaterra. Silvia é doutora em meio ambiente pela Unicamp e gestora ambiental pela USP. No exterior, ela conheceu e ingressou no movimento Run2Workday, que estimula as pessoas a ir ao trabalho correndo ou andando. Eram grupos de caminhantes e corredores muito ativos. Quando Silvia voltou ao Brasil, manteve seus deslocamentos em caminhadas. Através das redes sociais, convidou amigos e conhecidos para caminharem juntos. “Os benefícios são muitos, para a saúde e para a cidade”, afirma.

Corrida Amiga_MG_2541A Corrida Amiga teve como inspiração experiências bem sucedidas, como o Bike Anjo, que trabalha com voluntários que auxiliam pessoas que queiram fazer uso da bicicleta pela cidade. No caso da Corrida Amiga, os voluntários mais experientes que andam a pé e correm, ajudam e se colocam à disposição de pessoas com conselhos, dicas de vestimenta, equipamento e acessórios úteis e que buscam incorporar o hábito de caminhar a pé ou correr em seus deslocamentos no dia a dia.

Concentrada em São Paulo, a Corrida Amiga também está presente em outras cidades brasileiras. “São mais de mil pessoas em cerca de quinze cidades do Brasil”. E expandiram a iniciativa para o exterior, como na Austrália, onde mora Claudia, irmã de Silvia.

Corrida Amiga-IMGP2853
Corrida Amiga promove caminhadas coletivas pelas ruas da cidade (Divulgação/Marcio de Morais)

Os benefícios de caminhadas e corridas, são muitos, lembra Silvia. Transforma o cotidiano do cidadão, a partir da mobilidade ativa, aumenta a percepção do espaço urbano, como as calçadas bem ou mal cuidadas e a qualidade do equipamento urbano que, muitas vezes, por estarmos dentro de um veículo, não percebemos. A saúde e a qualidade de vida, estabelecimento de relações humanas saudáveis, são outros benefícios que as caminhadas e corridas proporcionam aos praticantes.

O projeto atua gratuitamente junto a escolas públicas, onde as crianças acompanhadas de professores e voluntários da Corrida Amiga saem em caminhadas para visitar e conhecer os pontos históricos e curiosos do entorno (e que muitas vezes são ignorados pelos próprios moradores). Para ter o projeto na escola, basta entrar em contato com o Corrida Amiga para agendar a caminhada. O projeto também atua em escolas particulares e empresas, mas, neste caso, tem um custo.

Para quem quiser se tornar voluntário, a Corrida Amiga vai promover no dia 24 de março, das 8h30 às 18h, um dia de formação de voluntários para atuar junto às crianças, adultos e idosos. O encontro será na sede da ONG Canto Cidadão, no Sumaré. Para mais informações e inscrições, acesse o site www.corridaamiga.org

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA