Paulo Miklos lança novo trabalho hoje na Casa Natura Musical

0
60

Dono de múltiplos talentos, o artista tem raízes fortes no bairro e um grande amor à zona Oeste, tanto que lança seu terceiro trabalho solo, primeiro longe dos Titãs, no Casa Natura Musical, dia 17 de agosto.

Multi-instrumentista, vocalista, ator e apresentador de televisão, Paulo Miklos, sempre teve uma relação muito forte com a zona Oeste de São Paulo, principalmente com os bairros de Perdizes, Pompeia, onde cresceu, cercado pelo verde do Parque da Água Branca, Sumaré, onde tem casa, e Vila Madalena, onde morou e vai lançar seu terceiro trabalho solo, o primeiro longe da banda de rock Titãs. “Eu morei praticamente quase toda a minha vida na zona Oeste. Morei na Rua Tupi e aos 11 anos mudei para a Rua Desembargador Guimarães, que é bem curta, do tamanho de uma quadra e fica próxima ao Parque da Água Branca. Depois fui para a Cayowaá… na minha adolescência toquei muito na Rua Barão do Bananal, berço dos Mutantes, do Made In Brazil e outras tantas bandas que foram a semente do rock’n’roll do Brasil, sou dessa área”, diverte-se.

Ele também contou à reportagem que o bairro o remete muito à infância e adolescência. “Desde muito novinho, acho que eu tinha uns dois anos de idade, meu avô e meus pais sempre me levavam ao Parque da Água Branca para brincar, ver as exposições… meu pai, inclusive, foi presidente da Associação dos Amigos do Parque da Água Branca. Ah, e fui sócio do Palmeiras também, fiz patinação lá…e, embora ele não seja meu time do coração (risos), frequentei bastante o local”, revela.

Há um ano longe dos Titãs, ele diz que sua saída da banda foi muito bem pensada e conversada com os outros integrantes, seus amigos até hoje e com quem conviveu (e convive) intensamente há 34 anos. “A gente estava amadurecendo essa minha saída há algum tempo, depois do que eu passei (referindo-se à morte de sua esposa Rachel Salém, em 2013). Foi mais um processo interno. Eles (os Titãs) são meus parceiros de música e na vida. São 34 anos…, nós conversamos, fomos amadurecendo e chegou a data em que eu decidi sair”, declara.

Atualmente Paulo se prepara para lançar seu novo álbum, o terceiro de sua carreira. Os dois primeiros, ele lançou em paralelo aos Titãs. “O primeiro tem o meu nome (“Paulo Miklos”) e foi lançado em 1994. O segundo chama “Vou Ser Feliz e Já Volto”, lançado em 2001, e o último, deste ano, tem como título “A Gente Mora no Agora”. Pra mim, ele é inaugural, como um novo momento de carreira e tem uma importância especial… é como se fosse, de fato, meu primeiro trabalho individual na música. Sobre esse título “A Gente Mora no Agora”, posso dizer que demonstra o meu momento… sem ansiedade, nem nostalgia do passado. É um perfil meu… uma página em branco, que representa uma renovação grande, de tudo o que eu passei…”

Conceitualmente, esse novo trabalho, de forma geral, realmente pega Paulo em pleno processo de reconstrução. Ele, depois de dar um tempo a seu coração, tem uma nova companheira, com quem se casou o ano passado. Ela, Renata Galvão, é a produtora executiva do novo álbum, que será lançado com um show, no dias 17 de agosto, na Casa Natura Musical São Paulo e segue nos dias 22 e 23 de agosto, para o Theatro NET, no Rio de Janeiro.

Resumidamente nesse trabalho, Paulo faz um mergulho na música brasileira. Gravado entre março e abril deste ano, “A Gente Mora no Agora” explora profundamente o universo da música popular brasileira, terreno em que o artista sempre transitou – inclusive no palco, relendo canções de Noel Rosa junto ao Quinteto em Branco e Preto; e no cinema, quando interpretou personagens icônicos como Adoniran Barbosa. A faixa que melhor amarra todo o conceito do novo trabalho de Paulo – e, em muitos sentidos, resume também seu processo de criação – foi escrita por Emicida, que soube traduzir exatamente seus sentimentos. O mergulho na música brasileira fez também com que o artista abrisse um abrangente leque de parceiros e compositores, como Erasmo Carlos, Guilherme Arantes, Nando Reis, Arnaldo Antunes, entre outros.

Paulo diz ainda que se prepara para gravar um novo filme nos próximos meses, e que estará em duas produções cinematográficas com estreia prevista para este ano, mas ainda sem títulos. Para nós, fãs, só resta esperar. (ND)

Paulo Miklos
Show de lançamento do novo trabalho na Casa Natura. Rua Artur de Azevedo, 2.134, Vila Madalena
www.paulomiklos.com.br

Foto: Otavio Sousa

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA