Protesto em cinza

0
303

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
O grafiteiro Binho finaliza nova arte na parede da casa de João

Morador protesta pela falta de sossego e cobre de cinza-chumbo dois grafites no Beco do Batman.

O protesto é do aposentado João Batista da Silva, 70 anos, que mora na mesma casa na Vila Madalena, ao lado do Beco do Batman desde quando nasceu. “O rio Verde corria aberto aqui ao lado de casa”, lembra o enfermeiro que trabalhou muitos anos no serviço público e em hospitais particulares.

No início de abril, João, cansado de pedir intervenção da polícia e das autoridades, resolveu protestar pintando os dois painéis que tinha autorizado a serem feitos nas paredes externas de sua residência. “Fui numa casa de tintas na Fradique e o vendedor me indicou o cinza-chumbo. Não tem nada a ver com as pinturas que o prefeito João Doria andou fazendo. Não sou nem a favor e nem contra”, esclarece ele.

O morador conta que depois da inauguração da iluminação pública no Beco do Batman, aumentou o número de visitantes no local, não importa a hora do dia ou da noite. “Tem de tudo: ciclistas, motociclistas, gente que vem comemorar aniversário, beber, falar alto e a gente não consegue dormir. Quando peço para irem embora, alguns vão, outros xingam. É comum eu acordar umas três vezes por noite com o barulho”, conta ele.

Beco-Joao-Morador(9)
João diante do novo painel do artista Mauro.

João, não esperava que seu protesto fosse ter tamanha repercussão, mas não se arrepende. “Até o prefeito regional, Paulo Mathias, esteve aqui conversando comigo e se comprometeu a fazer alguma coisa por nós e os vizinhos, por mais sossego. Estou aguardando”. Para o morador, o ideal é que a luminária pública fosse apagada entre 22 e 6h da manhã. “Eu acredito que o número de pessoas na madrugada seria bem menor”, avalia.

O protesto do morador teve solidariedade até do autor do grafite apagado, Binho Ribeiro, que desde o ano de 2000 usa a parede da casa do João para fazer sua arte. “Entendi o protesto do seu João”, diz Binho, “Por conta da fama do Beco, o número de visitantes, em qualquer hora do dia e da noite, cresceu muito e é claro que afetou o sossego dele e dos outros moradores.”

A prova da amizade entre João e Binho não foi prejudicada. Binho está finalizando um novo painel na mesma parede voltada para o Beco do Batman. Na parede menor, na rua Gonçalo Afonso, outro artista do spray, Mauro, já refez o painel. “Esse pessoal do grafite é gente boa e sempre autorizei que eles pintassem meus muros”, diz com simpatia o morador. “Só quero meu sossego de volta!”, pede.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA