Aprendendo a reciclar

0
574

A Cidade Escola Aprendiz sempre oferece oportunidades para a comunidade se aprimorar. Uma das novidades mais recentes é o projeto ReciclaVila, em parceria com a rede de estacionamento Estapar e o Projeto Ruarte, grupo de ong’s que produz artigos reaproveitando materiais, idealizado por Érika Mota. O Ruarte também visa promover exposições e comercialização dos materiais produzidos e as entidades oferecem oficinas-escola de artesanato com o objetivo de integrar social e profissionalmente os aprendizes.
Uma das ong’s que faz parte do Ruarte é a “Arte em Pneus”, projeto ambiental e social desenvolvido pelo designer Daniel Beato, em parceria com a Goodyear do Brasil. O conceito principal é retirar pneus do meio ambiente e transformá-los em móveis emborrachados. O trabalho é direcionado principalmente a jovens e adolescentes, colocando-os em contato com a arte funcional, desviando assim o acúmulo de resíduos sólidos, contribuindo com a reutilização de sucatas automotivas e pneus inservíveis, retardando sua disposição e decomposição no meio ambiente prevenindo epidemias causadas pelo acúmulo de lixo.
“A idéia surgiu na garagem de casa”, conta Daniel. “Havia uma pilha de pneus, coloquei um tampo de madeira em cima de dois, e vi que tinha a altura ideal para um banco ou uma mesa. Comecei a utilizar em estandes no Mercado Mundo Mix, como cenografia. Até que a Goodyear sugeriu que fizéssemos um projeto. Ela nos dá a matéria-prima; não só pneus, mas mangueiras, correias, etc. E se não fosse uma empresa consciente levaria para um aterro sanitário e até mesmo para os lixões. O Arte em Pneus, na verdade, está virando um consultor de resíduos sólidos”.
A sede da ong e a Goodyear ficam na Zona Leste da capital. Daniel acrescenta que, para a comunidade no entorno da fábrica é uma possibilidade de se envolver com um trabalho artesanal de cunho social. “Nossa missão é conscientizar, reeducar e capacitar através de ações para comunidades em desvantagem social, tendo como objetivo promover a re-inserção social e educação ambiental”.
No Aprendiz, o Arte em Pneus realiza oficinas as quintas e sextas-feiras, e para o próximo semestre já tem até fila de espera. Os aprendizes produzem bancos, cadeiras, lixeiras, floreiras, tudo que a criatividade alcançar. A idéia é formar multiplicadores para que eles possam continuar com o trabalho com pneus. “Assim é com todas as ong’s que participam do Ruarte. A idéia é que elas ensinem a técnica do seu artesanato para os alunos e até para outras pessoas interessadas”. Daniel adianta que, em breve, eles lançarão um sistema de coleta seletiva para arrecadar pneus, entre outros produtos de borracha que serão descartados.
Para divulgar o trabalho, o Arte em Pneus faz exposições e está aprimorando a logística. “O nosso trabalho maior é de conscientização. Queremos mostrar para todo mundo que o que é problema para uns, pode ser solução para outros”, avalia.
Quem quiser comprar o encomendar pode ir até à Vitrine Aprendiz ou entrar em contato com a Arte em Pneus.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA