Uma vitrine social

0
431

A Associação Eremim é uma instituição sem fins lucrativos criada em 1999 por alguns membros do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco. Seu objetivo é promover a tomada da consciência da comunidade do bairro de Rochdale, localizado no município, para que tenha capacidade de intervir no meio em que vive e possa criar alternativas de sustentabilidade.
Financiada em princípio pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco, empresas e organizações não governamentais da região, a associação já beneficiou 130 famílias de baixa renda moradoras de Rochdale, preferencialmente chefiadas por mulheres, por meio de programas de complementação educacional, educação para o trabalho, apoio sócio-familiar, núcleo de brincantes Eremim e núcleo de comunicação. Especialmente dentro do programa de apoio sócio-familiar, tem-se buscado famílias, em 2003 este programa conseguiu uma importante parceria com a Fundação Cariplo, de origem italiana, para a implantação de uma cooperativa de produção.
Com recursos deste parceiro e do próprio sindicato mantenedor, vem sendo colocada no mercado uma linha de produtos ligados à decoração e uso pessoal, além de brinquedos pedagógicos, totalmente desenvolvida por esta cooperativa de costureiras e artesãs. Segundo Mônica Veloso, uma das fundadoras e diretora da associação, atualmente são 43 mulheres que estão em processo de formação produtiva.
O projeto vem dando tão certo, que parte destes produtos pode ser encontrado na loja recém-inaugurada na Vila Madalena: a Artesanato Eremim. Além de ser uma vitrine do trabalho da cooperativa, a loja disponibiliza produtos vindos de cooperativas de todo País. Tudo é revertido para manutenção da própria associação. É uma forma de expor o trabalho social desenvolvido pela Eremim e atrair mais parceiros, já que a intenção não é apenas comercializar o que se tem produzido, mas valorizar o artesanato brasileiro transmitindo seu conceito por meio de oficinas e workshops promovidos por artistas plásticos e designers.
É neste sentido que Mônica busca apoio, financeiro ou não, na Vila Madalena. “Em 2004 participamos da Feira da Vila com uma apresentação dos brincantes Eremim. Sabemos que o bairro é formado por pessoas que valorizam o produto nacional e sobretudo as ações sociais”, conclui.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA