Transformando a realidade

0
565

Pegando carona no espírito natalino, podemos citar vários exemplos de solidariedade e iniciativas sociais que deram certo na Vila Madalena. Um deles é a fundação da Associação dos Amigos do Pontilhão Artur de Azevedo.
Há cerca de dois anos o local era um beco degradado onde havia um grande fluxo de meninos de rua e era ponto de tráfico de drogas. Estava totalmente abandonado. Moradores e comerciantes da região, indignados com a situação que ameaçava a tranqüilidade e segurança das imediações, se uniram para modificar esta realidade. Um desses moradores e membro da associação é o artista plástico Marcelo Mello, que possui um ateliê de esculturas em ferro e bronze ao lado do viaduto. “Antes de fundarmos a associação, já havia tentado ajudar um garoto empregando-o no ateliê. Infelizmente, ele preferiu a vida nas ruas”, lembra. Após essa e outras tentativas frustradas, como colocar um portão na frente do ateliê para evitar que esses meninos se reunissem ali, a solução encontrada foi, junto ao grupo de moradores e comerciantes, tentar revitalizar a área.
Desta forma, Marcelo e os outros interessados partiram em busca de parcerias. O processo foi lento, mas eficaz. O primeiro passo foi contratar um segurança particular que faz a ronda do local 24 horas, depois trataram de cortar a água da torneira, a qual era usada para os meninos tomarem banho e saciarem a sede; fizeram um jardim com a colaboração da Cidade Escola Aprendiz, que entrou com a arte dos mosaicos nas paredes, e da Subprefeitura de Pinheiros, que doou a terra. O próprio Marcelo fez uma escultura e colocou-a no jardim sob o pontilhão. “Um espaço bem cuidado, bonito e com vigilância acaba intimidando os degradadores e ficando mais humanizado. Hoje, o local é um ponto de encontro para vizinhos passearem com seus cachorros e se encontrarem no final de tarde para baterem papo”, observa Marcelo, sem saber ao certo o destino dos meninos que ali viviam. “De certo foram para alguma casa de passagem”.
Certeza mesmo é que iniciativas como estas são fundamentais para uma comunidade melhor. É o que se espera para 2005!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA